terça-feira, 24 de janeiro de 2012

O que posso agora

É o que posso agora
Sem hora
Por todo tempo
Ao vento
Lento
Invento
O momento
Tento
Tempo
Meu
Seu
Nosso
Sem fim
Por um instante
Marcante
Seu sorriso assim
Feito pra mim
Longe do fim
É só o começo
Seu apreço
Não sei se mereço
Você assim feita pra mim
É claro que to afim
Fica não...
Você me deu inspiração
No momento de escuridão
Você me tirou da solidão
Sua companhia me faz bem
Mesmo que fique sem
Esse instante é maior que tudo
No meu mundo
Quase mudo....

Nenhum comentário: