domingo, 17 de maio de 2015

Há um vazio

Há um vazio que corta a alma
Há um vazio que dói o peito
Há um vazio que escorre a lágrima 
Há um vazio que dá frio
Há um vazio que dá arrepio
Há um vazio... 


Nenhum comentário: